Política

CNT / MDA

Aprovação de Temer é menor que a de Dilma antes do impeachment, diz pesquisa

por Redação — publicado 15/02/2017 12h18
Avaliação positiva do governo cai para 10,3%, ante os 11,4% que a petista tinha no último levantamento antes de ser afastada; reprovação é menor que a de Dilma
Beto Barata / PR
Michel Temer

Temer na terça-feira 14: aprovação é baixa

A nova rodada da pesquisa CNT / MDA, divulgada nesta quarta-feira 15 pela Confederação Nacional do Transporte, mostra que a aprovação do governo de Michel Temer (PMDB) é menor que a verificada para sua antecessora, Dilma Rousseff (PT), em levantamento semelhante realizado em fevereiro, três meses antes do afastamento provisório da petista.

De acordo com os dados, a avaliação positiva do governo Temer caiu de 14,6% em outubro de 2016 para 10,3% em fevereiro de 2017. 

Em fevereiro de 2016, antes de ser afastada provisoriamente do cargo, o que se deu em maio daquele ano, Dilma tinha avaliação positiva em 11,4% (9,7% bom e 1,7% ótimo). O ponto mais baixo da aprovação da ex-presidenta foi verificado em outubro de 2015, quando apenas 8,8% classificavam seu governo como bom ou ótimo.

Em termos de avaliação negativa, a de Dilma era significativamente superior à de Temer. Ela tinha 70% de ruim ou péssimo em outubro de 2015, índice que caiu para 62,4% em fevereiro de 2016. Temer tem atualmente 44,1% de avaliação negativa, contra 36,7% verificados em outubro de 2016. 

A aprovação do desempenho pessoal de Temer também caiu. Foi de 31,7% em outubro de 2016 para 24,4% agora. A desaprovação da atuação de Temer passou de 51,4% para 62,4% no mesmo período. Em fevereiro de 2016, a aprovação pessoal de Dilma era de 21,8%, contra 73,9% de reprovação.

Corrupção

Ao comparar a ocorrência de corrupção entre os governos Temer e Dilma Rousseff, 48,8% consideram que o nível de corrupção é igual nos dois. Para 31,5%, havia mais corrupção no governo de Dilma, e 16,1% acham que há mais corrupção no governo de Michel Temer.

A pesquisa CNT/MDA ouviu 2.002 pessoas, em 138 municípios de 25 Unidades Federativas, das cinco regiões. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para cima ou para baixo, com 95% de nível de confiança.

registrado em: Michel Temer, Dilma Rousseff