Política

Após ameaças às eleições, PT apresenta notícia-crime contra Braga Netto

A empresários, cotado para vice de Bolsonaro disse que, ‘se não for feita a auditoria dos votos defendida pelo presidente da República’, não haverá eleição

O ex-ministro da Defesa general Walter Braga Netto.
O ex-ministro da Defesa general Walter Braga Netto.
Apoie Siga-nos no

Deputados do PT protocolaram na segunda-feira 4 uma notícia-crime, no Ministério Público do Distrito Federal, contra o ex-ministro da Defesa Walter Braga Netto por supostas ameaças às eleições.

O documento tem como base uma palestra do general a empresários da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), no mês passado. Na ocasião, de acordo com o jornal O Globo, Braga Netto disse que, ‘se não for feita a auditoria dos votos defendida pelo presidente da República’, não haverá eleição neste ano.

Na ação, os petistas afirmam que o ex-ministro do governo de Jair Bolsonaro (PL) fez “uma ameaça grave à independência do Poder Judiciário e de seus integrantes, especialmente da Corte Eleitoral, bem como um ataque às instituições republicanas e à ordem democrática nacional”.

Os deputados defendem que Braga Netto responda por incitação ao crime. “De igual forma, ações da espécie acabam atraindo os radicais seguidores dos pré-candidatos portadores de discursos de ódio e todos os seus adeptos que já demonstraram em diversas oportunidades o desprezo pela ordem democrática, a Constituição Federal e as suas instituições”, diz o documento.

O ex-ministro foi confirmado recentemente como pré-candidato a vice de Bolsonaro.

Leia a petição na íntegra:

Noticia-Crime-ex-Ministro-Braga-Netto-MPDFT-Ameacas-eleicoes

Alisson Matos

Alisson Matos
Editor do site de CartaCapital. Twitter: Alisson_Matos

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.