Política

A investidores, Moro cita FHC como ‘bom exemplo’ de político

Na conversa, no entanto, o ex-juiz omitiu os famosos casos de corrupção e compra de votos no governo do tucano

Foto: Isaac Nóbrega/Flickr Palácio do Planalto
Foto: Isaac Nóbrega/Flickr Palácio do Planalto

O ex-juiz, ex-ministro do governo e agora pré-candidato à Presidência pelo Podemos, Sergio Moro, teceu elogios ao modo de fazer política do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

A ode ao tucano teria sido feita em reunião reservada com investidores da XP na noite de segunda-feira 29 e foi registrada pelo site Poder360.

Na conversa, Moro citou FHC como um ‘bom exemplo’ na condução das relações do Executivo com o Congresso Nacional. O candidato, no entanto, omitiu os casos de corrupção como a compra de votos para a aprovação da emenda da reeleição durante o governo de Fernando Henrique.

O diálogo foi acompanhado de Affonso Celso Pastore, ‘guru’ de Moro na montagem do plano de governo, e Renata Abreu, deputada e presidente do Podemos.

Ao mercado financeiro, Moro defendeu a manutenção do teto de gastos, mas não teria rechaçado totalmente o orçamento secreto e as emendas de relator. De acordo com as informações do site, o ex-juiz apenas disse que as emendas, usadas no Bolsolão, passaram do limite aceitável.

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!