…

“Se Bolsonaro ganhar, choro e saio da política”, declara Ciro

Política

Ciro Gomes, candidato do PDT, ironizou a hipótese de Jair Bolsonaro, do PSL, ganhar a eleição presidenciável: “Vou desejar boa sorte a ele, cumprimentá-lo pelo privilégio e depois vou chorar. Eu saio da política. A minha razão de estar na política é confiar no povo brasileiro”.

Ciro concedeu nesta quarta-feira 12 uma entrevista a jornalistas de três publicações da família Marinho: O Globo, Valor e Época. Segundo o pedetista, Bolsonaro significa a “destruição” do Brasil e a política econômica defendida por seu principal assessor, o economista Paulo Guedes, pode quebrar o agronegócio “em 12 meses” e provocar uma alta da inflação.

Leia também:
Fernando Haddad: “Vamos retomar o projeto de Lula”
Ciro Gomes: “Tenho condições de servir ao País

O candidato também comentou a declaração do general Eduardo Villas Bôas, comandante do Exército, a respeito do risco de falta de legitimidade do próximo presidente: “Estaria demitido e provavelmente pegaria uma ‘cana’. Mas deixa eu explicar, ele está fazendo isso para tentar calar a voz das “cadelas no cio” que embaixo dele estão se animando com essa barulheira. Esse lado fascista da sociedade brasileira. Esse general Mourão, que é um jumento de carga, tem uma entrada no Exército e agora se considera tutor da nação. Os brasileiros têm que deixar muito claro que quem manda no País é o povo.”

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem