Arthur Chioro

Ex-ministro da Saúde

Opinião

assine e leia

Um caminho pernicioso

A institucionalização das emendas impositivas e, agora, das emendas secretas significa a captura do orçamento da saúde pelo Parlamento

(Foto: Erasmo Salomão/MS)
(Foto: Erasmo Salomão/MS)
Apoie Siga-nos no

O Brasil é mesmo muito singular. Não me refiro à exuberância da natureza, à culinária ou aos elementos culturais. Trato aqui das emendas parlamentares, gambiarras originalíssimas produzidas para legalizar práticas eticamente insustentáveis. Mais especificamente, das emendas impositivas e, recentemente, das emendas secretas que, no caso da saúde, criam uma situação insustentável, injustificável e altamente perniciosa aos interesses da população.

Em 2022, o orçamento destinado para “ações e serviços públicos de saúde” (ASPS) é de 150,6 bilhões de reais, uma diminuição de 28,5 bilhões de reais em relação ao executado em 2021, embora ainda precisemos lidar com a Covid-19, suas sequelas e a repressão de demanda observada em diversas áreas nos últimos dois anos. Perder tantos recursos já seria, por si, um grave problema.

Este texto não representa, necessariamente, a opinião de CartaCapital.

Arthur Chioro

Arthur Chioro
Ex-ministro da Saúde

Tags: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.