Jaques Wagner

[email protected]

Senador (PT-BA). Foi governador da Bahia (2007-2015) e ministro do Trabalho (2003-2004), Defesa (2015) e Casa Civil (2015-2016).

Opinião

assine e leia

Soberania à prova

A independência do Brasil foi conquistada, de fato, em 2 de julho de 1823, quando os baianos expulsaram os portugueses de Salvador. Em 2 de outubro, temos a chance de repetir o feito no voto

Lula no Ato pela Soberania do Brasil, em Porto Alegre (RS).

Foto: Ricardo Stuckert
Lula no Ato pela Soberania do Brasil, em Porto Alegre (RS). Foto: Ricardo Stuckert
Apoie Siga-nos no

Estamos nos aproximando de mais uma celebração do 2 de Julho, a maior data da Bahia e o episódio da nossa história que marca a verdadeira independência do Brasil. Após dois anos sem celebrações, por conta da pandemia, este ano finalmente voltaremos a realizar o tradicional cortejo, que além de ser parte fundamental da nossa cultura, nos permite revisitar a própria história. Enfim, ocuparemos as ruas, caminhando da Lapinha ao Campo Grande, homenageando heróis e heroínas.

Nada mais oportuno, portanto, do que contarmos, neste dia tão importante, com a presença daquele que melhor simboliza a volta da prosperidade e da esperança. Neste 2 de julho estaremos com Lula na Bahia, não só comemorando conquistas do passado, mas também para olhar para o futuro e fortalecer a luta para reconstruir um País que volte a garantir dignidade à nossa gente, sobretudo aos que mais precisam.

Este texto não representa, necessariamente, a opinião de CartaCapital.

Jaques Wagner

Jaques Wagner
Senador (PT-BA). Foi governador da Bahia (2007-2015) e ministro do Trabalho (2003-2004), Defesa (2015) e Casa Civil (2015-2016).

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.