Luiz Gonzaga Belluzzo

[email protected]

Economista e professor, consultor editorial de CartaCapital.

Opinião

assine e leia

O mercado de apostas

Não é surpreendente que a paixão futebolística tenha sido apropriada e domesticada por um formidável aparato midiático-mercadológico

Em dezembro de 2023, o presidente Lula sancionou a lei que regulamenta as bets. Foto: Joédson Alves/Agência Brasil
Apoie Siga-nos no

As casas de apostas invadiram o espaço do futebol para metamorfosear a paixão dos apaixonados em ganância dos obcecados. Para buscar seus propósitos, não vacilaram em usar todos os instrumentos disponíveis da mercantilização acelerada. Mandam brasa nas emissoras de tevê, nas redes sociais. Mobilizam ­youtubers e influencers.

Fosse apenas marketing e propaganda, os sites de apostas estariam perdoados, mas a investida foi além. Atletas do ludopédio foram cooptados para favorecer apostadores. Nada surpreendente. Em outros tempos, o Totocalcio provocou danos no campeonato italiano. No começo dos anos 80 do século passado, as malfeitorias envolveram clubes, jogadores e dirigentes. Milan e Lazio foram rebaixados e o algoz da Seleção Brasileira no Mundial de 1982, Paolo Rossi, foi suspenso por três anos. A pena foi reduzida para que ­Rossi estivesse presente na Copa do México.

Este texto não representa, necessariamente, a opinião de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo