Frente Ampla

Despedida

Em 2022, devemos caminhar unidos e enxergar os sinais de luz na escuridão

(Foto: Reprodução/Instagram)
(Foto: Reprodução/Instagram)

Esta é a minha coluna de despedida de 2021 e também deste espaço. Havia terminado um texto sobre esperança e estava pronta para enviá-lo, quando li as ameaças de morte dirigidas às vereadoras Daiana Santos, do PCdoB, e Karen Santos, do PSOL, e estendidas a Bruna Rodrigues, do PCdoB, Laura Sitto, do PT, e Matheus Gomes, do PSOL, integrantes da Bancada Negra da Câmara Municipal de Porto Alegre. As ameaças me indignaram, por óbvio, mas mais ainda a naturalidade com que as nossas instituições seguem “funcionando”. No país em que Marielle Franco foi executada, avolumam-se ameaças contra vários de nós, que enfrentamos os governos negacionistas e descomprometidos com os direitos do nosso povo.

A banalização desse ambiente político de violência e do vale-tudo é parte da estratégia da destruição do Brasil. Solidarizo-me com as minhas companheiras e meu companheiro de luta, porque sei as razões pelas quais foram ameaçados: representam as luzes que podemos ver em meio à escuridão do que estamos vivendo. Não é sobre vocês, mas sobre os milhares de brasileiros e brasileiras negras que são representados por vozes como as suas, que gritam contra a fome, o desemprego, o encarceramento em massa, contra o fim do ProUni, que resistem ao desmonte do SUS e do SUAS.

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!