Opinião

assine e leia

A tentativa de censurar artistas no Lollapalooza evoca a ditadura

Enquanto isso, Bolsonaro e seus apoiadores permanecem promovendo desinformação e disseminando fake news pela internet

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

No fim de semana anterior, o Festival Lollapalooza, realizado em São Paulo, ganhou as manchetes nos meios de comunicação, não apenas pela riqueza musical e diversidade da sua grade de atrações, mas também por uma decisão monocrática de um ministro do Tribunal Superior Eleitoral. O magistrado, que chegou a formalizar uma censura às manifestações políticas durante o evento, parecia querer impedir a reação dos presentes contra um governo que tem conduzido o Brasil às ruínas.

O ministro do TSE imputava, em sua decisão, multa de 50 mil reais a artistas que fizessem manifestações políticas em suas apresentações, sobretudo contra o presidente Jair Bolsonaro. O estopim da bomba que enlouqueceu a turba bolsonarista e desestabilizou o “gabinete do ódio”, levando-os a entrar com ação contra o festival, foi o desfile ousado e supostamente “transgressor” de Pabllo Vittar com uma toalha estampada com a imagem de Lula. O ex-presidente, vale lembrar, lidera todas as pesquisas de intenção de voto ao Palácio do Planalto desde o dia em que foi absolvido do processo conduzido pelo ex-juiz Sergio Moro, também um ex-funcionário de Bolsonaro.

Este texto não representa, necessariamente, a opinião de CartaCapital.

Lídice da Mata

Lídice da Mata
Deputada Federal (PSB-BA)

Tags: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.