Aldo Fornazieri

Doutor em Ciência Política pela USP. Foi Diretor Acadêmico da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP), onde é professor. Autor de 'Liderança e Poder'

Opinião

assine e leia

A República depredada

O golpismo permanecerá latente enquanto o povo continuar entregue a um estado social andrajoso

Imagem: Tom Molina/AFP
Apoie Siga-nos no

A vandalização das sedes dos Três Poderes da República por hordas golpistas em 8 de janeiro não foi apenas física ou material. Foi também uma depredação política e moral de uma democracia frágil, cambaleante, quase indefesa. Como consequência dos ataques, formalmente, a democracia saiu fortalecida com a união de todos os poderes, de quase todos os políticos, dos governadores, com as manifestações e posicionamentos das entidades da sociedade civil e com os atos de rua.

Mas que democracia é essa, à qual todos se uniram? É uma democracia que não vem conseguindo resolver os problemas básicos da população. É uma democracia que vive uma crise prolongada de dez anos, que semeia o desemprego, a miséria, a fome, a pobreza, a desindustrialização e a falta de perspectivas de futuro. Uma democracia que oferece migalhas aos pobres e enriquece ainda mais os ricos.

Este texto não representa, necessariamente, a opinião de CartaCapital.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.