Opinião

A mortalidade pós-Covid

Nos pacientes que se recuperaram do quadro inicial, os óbitos foram decorrentes do estresse fisiológico e biológico causado pela doença

(Foto; Wanezza Soares) Drauzio: “Se temos drogas de alta potência contra o HIV, por que não podemos desenvolver para a Covid-19?”
(Foto; Wanezza Soares) Drauzio: “Se temos drogas de alta potência contra o HIV, por que não podemos desenvolver para a Covid-19?”

Tem gente que se recupera da fase aguda da Covid em duas ou três semanas. Outros carregam sequelas que duram meses. Trombose, embolia pulmonar, insuficiência respiratória e a piora da função cardiovascular podem aumentar a morbidade e o risco de óbito precoce, mesmo em quem conseguiu se recuperar de sua fase aguda.

Um estudo publicado este ano na revista Nature mostrou que a infecção pelo SARS-CoV-2 está associada ao aumento da mortalidade nos seis meses seguintes. Outro demonstrou que pacientes com as formas graves na fase aguda da Covid – definida como aquelas que exigiram hospitalização – correm risco maior de novas internações do que aqueles que não precisaram ser hospitalizados nos primeiros dias da doença.

Drauzio Varella

Drauzio Varella
Médico cancerologista, foi um dos pioneiros no tratamento da AIDS no Brasil. Entre outras obras, é autor de "Estação Carandiru", livro vencedor do Prêmio Jabuti 2000 na categoria não-ficção, adaptado para o cinema em 2003.

Tags: , , , ,

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!