Mundo

Twitter diz que pode perder funcionários e anunciantes com incertezas sobre venda da empresa para Musk

Alerta foi feito pela própria rede social em documento enviado a órgão regulador americano

A Tesla, de Musk, perde valor - Imagem: Maria Aufmuth/TED
A Tesla, de Musk, perde valor - Imagem: Maria Aufmuth/TED
Apoie Siga-nos no

Em documento enviado ao órgão regulador do mercado de capitais americano, o Twitter alertou que pode perder anunciantes e empregados, que estariam preocupados com o futuro da empresa em meio às incertezas sobre a venda da plataforma para o bilionário Elon Musk.

O Twitter disse que pode ser difícil atrair e reter talentos, num setor em que a mão de obra qualificada é escassa, e mencionou “a possibilidade de nossos atuais empregados ficarem dispersos e verem sua produtividade cair como resultado das incertezas em relação à compra”, segundo o documento entregue nesta segunda-feira.

A companhia acrescentou que será difícil fazer qualquer mudança em seu modelo de negócios até que a aquisição da empresa por Musk seja concluída. O homem mais rico do mundo teve sua proposta de compra aceita pelo conselho de administração da plataforma no mês passado mas especialistas acreditam que o negócio, que avalia o Twitter em US$ 44 bilhões, só estará totalmente concluído no fim deste ano.

Segundo o documento regulatório publicado pelo Twitter, a plataforma suspendeu contratações de novos funcionários e atualizações em seu aplicativo enquanto a transação com Musk segue pendente. Essa paralisia poderia afetar na atração de anunciantes e até mesmo no valor das ações da empresa, alerta o comunicado.

“Qualquer interrupção em nossos negócios como resultado da pendência na transação, incluindo mudanças nas nossas relações com empregados, anunciantes e outros parceiros de negócios, poderá se intensificar caso a compra não seja consumada ou seja adiada significativamente”, diz o texto.

Agência O Globo

Agência O Globo
Agência de notícias e de fotojornalismo do Grupo Globo.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.