Mundo

Trump quer aumentar arsenal nuclear dos EUA

Presidente norte-americano propõe pelo Twitter a ampliação da capacidade nuclear do país, mas não apresenta proposta concreta

Apoie Siga-nos no

O presidente eleito dos EUA, Donald Trump, expressou na quinta-feira 22 o desejo de expandir massivamente a capacidade nuclear dos Estados Unidos, mas não deu detalhes sobre propostas concretas.

“Os Estados Unidos precisam fortalecer e expandir sua capacidade nuclear até que o mundo chegue a um senso comum em relação às armas nucleares”, publicou Trump, em sua conta no Twitter.

O comentário foi feito pouco depois de o presidente russo, Vladimir Putin, defender o reforço do arsenal nuclear de Moscou.

O líder da Rússia disse que o fortalecimento das forças estratégicas deve ocorrer, antes de tudo, “mediante a incorporação de sistemas de foguetes capazes de superar de maneira garantida os atuais sistemas de defesa antimísseis e aqueles que estão em desenvolvimento”.

O presidente russo afirmou também que as forças convencionais do país devem ser elevadas a um “novo nível qualitativo”, que permita “neutralizar qualquer ameaça militar contra Rússia”.

Trump está na Flórida para o período festivo de Natal, mas segue realizando reuniões para definir seu novo governo. No site sobre a transição do governo, o republicano reconhece as ameaças catastróficas provocadas pelas armas nucleares e pelo ataque cibernético.

O presidente eleito diz que modernizará o potencial nuclear americano para “garantir que ele seja um elemento dissuasório efetivo”.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.