Mundo

Suspeito do tiroteio no metrô de Nova York é preso

A CNN informou que Frank James, de 62 anos, foi visto por dois policiais em uma rua de Manhattan e levado sob custódia

Créditos: Angela Weiss / AFP
Créditos: Angela Weiss / AFP
Apoie Siga-nos no

A polícia de Nova York prendeu o suspeito acusado de atirar em 10 pessoas em um vagão de metrô lotado no Brooklyn, mais de 24 horas após o ataque aterrorizante, informou a mídia americana nesta quarta-feira 13.

A polícia identificou Frank James, de 62 anos, como suspeito do incidente. A CNN informou que ele foi visto por dois policiais em uma rua de Manhattan e levado sob custódia. As autoridades devem fornecer um resumo sobre o caso ainda nesta quarta-feira.

AFP

AFP
Agência de notícias francesa, uma das maiores do mundo. Fundada em 1835, como Agência Havas.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.