Mundo

S&P rebaixa nota de crédito de Israel por ‘riscos geopolíticos’

A agência sinalizou, ainda, que a nota de Israel pode ser rebaixada novamente em breve

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. Foto: Abir Sultan / POOL / AFP
Apoie Siga-nos no

A agência de classificação S&P Global rebaixou nesta sexta-feira a nota da dívida de Israel em um nível, de AA- para A+, devido aos “riscos geopolíticos”.

A classificação A+, no entanto, indica uma sólida solvência para o pagamento da dívida.

A agência anunciou a nova nota de crédito após explosões noturnas no Irã, que, segundo a imprensa americana, foram um ataque israelense de represália ao ataque com drones e mísseis que Teerã executou no sábado passado contra o território israelense.

“A recente expansão do confronto com o Irã aumenta os riscos geopolíticos, que já eram elevados para Israel”, afirmou a agência de classificação de risco.

A S&P Global acompanha a nova nota com uma perspectiva negativa, o que significa que pode ser rebaixada novamente em breve.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo