Mundo

Sonda Luna-25 colide com a Lua e mancha retorno da Rússia à cena espacial

‘De acordo com os resultados preliminares’ da investigação, a espaçonave ‘explodiu após uma colisão com a superfície lunar’, diz um trecho do comunicado da agência espacial Roscosmos

Fotografia divulgada pela Agência Espacial Russa Roscosmos em 16 de agosto de 2023 mostra o rover Luna-25 (Moon-25) durante o voo para a Lua. Foto: AFP PHOTO / HO/Russian Space Agency Roscosmos
Apoie Siga-nos no

A Luna-25, a primeira sonda lançada pela Rússia à Lua desde 1976, colidiu com o satélite natural da Terra após um incidente ocorrido no sábado (19), durante uma manobra que antecedeu o pouso na Lua, inicialmente previsto para segunda-feira (21), anunciou a agência espacial Roscosmos.

O fracasso do Luna-25 ocorre em um momento em que o presidente russo, Vladimir Putin, prometeu dar continuidade ao programa espacial russo, apesar dos problemas de financiamento, dos escândalos de corrupção e do isolamento da Rússia em decorrência do conflito na Ucrânia.

Após “um impulso para formar sua órbita elíptica de pré-pouso”, “por volta das 14h57 [locais]”, a comunicação com a Luna-25 foi interrompida” no sábado (19), explicou a Roscosmos em um comunicado neste domingo (20).

“Colisão”

“As medidas tomadas em 19 e 20 de agosto para procurar a nave espacial e fazer contato com ela não produziram resultados”, lamentou a agência espacial russa. E acrescentou: “De acordo com os resultados preliminares” da investigação, a espaçonave “explodiu após uma colisão com a superfície lunar”.

“Uma comissão interministerial será encarregada de entender as razões do incidente que causou a perda da Luna-25, anunciou a agência espacial russa, que não deu nenhuma causa possível para o problema técnico.

Uma missão “arriscada”

A missão Luna-25, destinada a dar um novo impulso ao setor espacial russo, foi anunciada como “arriscada” pela admissão do chefe da Roscosmos, Yuri Borissov. Falando a Vladimir Putin em junho de 2023, ele disse: “A probabilidade de sucesso de tais missões é estimada em cerca de 70%”. A Luna-25 foi colocada com sucesso na órbita lunar na quarta-feira, depois de decolar do Extremo Oriente russo na noite de 10 para 11 de agosto. Seu pouso lunar estava programado para segunda-feira, 21 de agosto de 2023.

(Com AFP)

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo