Mundo

Rússia deve registrar 2ª vacina contra coronavírus na próxima semana

Rússia foi o primeiro país a aprovar vacina contra o coronavírus, mesmo sem finalizar testes

PRESIDENTE DA RÚSSIA, VLADIMIR PUTIN. FOTO: REPRODUÇÃO
Apoie Siga-nos no

Na corrida pela vacina da Covid-19, a Rússia anunciou que deve registrar seu segundo imunizante na próxima semana. Segundo a agência de notícias Reuters, o país deve fazer a divulgação já no dia 15 de outubro.

 

A vacina, batizada de EpiVacCorona, foi criada por meio dos peptídeos da Covid-19, tecnologia que foi utilizada para criar uma vacina do Ebola, e é capaz de criar uma imunidade duradoura ao vírus.

Segundo a instituto Vector Virology Institute and Biotechnology Center,  a vacina “consegue formar uma imunidade que dura até seis meses e, se necessário, a vacinação pode ser repetida”.

A Rússia foi o primeiro país no mundo a aprovar uma vacina contra o coronavírus. Seus primeiros lotes foram distribuídos para população mesmo sem os testes terem sido finalizados.

A campanha de desenvolvimento rápido da Rússia faz parte de um plano do presidente  Vladmir Putin para tornar o país o “vencedor” da corrida para assegurar vacinas da Covid-19.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo