Rússia anuncia eficácia de 91% da vacina Sputnik V

Para casos graves, a eficácia do imunizante foi de 100%, afirmam os pesquisadores

A vacina Sputnik V Foto: AFP PHOTO/Russian Direct Investment Fund / Handout

A vacina Sputnik V Foto: AFP PHOTO/Russian Direct Investment Fund / Handout

Mundo

A Rússia anunciou nesta segunda-feira 14 que a vacina Sputnik V tem eficácia de 91,4%. O imunizante é desenvolvido pelo governo russo em parceria com Centro de Pesquisas Gamaleya, de Moscou.

 

 

Dentre todos os voluntários que receberam a vacina, 78 foram diagnosticadas com Covid-19, mas nenhum deles desenvolveu sintomas graves da doença.

Em coletiva, os representantes do centro de pesquisas disseram que a eficiência do imunizante tende a crescer conforme a expansão dos testes.

Essa é a terceira fase da pesquisa sobre o imunizante. Até agora, mais de 26 mil voluntários foram vacinados.

Os resultados obtidos serão publicados pela equipe de pesquisa do Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya em uma das principais revistas internacionais de medicina, informou o instituto em nota, sem especificar o nome da publicação.

O imunizante foi registrado em agosto, tornando a Rússia o primeiro país a registrar uma vacina contra a Covid-19.

 

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem