Mundo

Quase metade dos jovens LGBTQ+ cogitaram o suicídio nos EUA em 2021

Estudo mostra que 45% ‘consideraram seriamente uma tentativa de suicídio em 2021’, e que 14% do total tentaram realmente pelo menos uma vez durante o ano

Foto: Samantha Hurley / Creative Commons / Burst
Apoie Siga-nos no

Quase metade dos jovens LGBT+ dos Estados Unidos “consideraram seriamente” o suicídio em 2021, segundo uma pesquisa publicada na quarta-feira 4.

De acordo com Amit Paley, diretor-executivo do The Trevor Project, uma organização de prevenção ao suicídio de jovens LGBTQ que realizou a pesquisa, os resultados mostram “que as taxas de ideias suicidas tem tido um aumento durante os últimos três anos entre os jovens LGBTQ” (siglas para lésbicas, gays, bissexuais, trans e queer).

A pesquisa, realizada com 34 mil jovens entre 13 e 24 anos que se identificam como parte deste grupo, mostra que 45% “consideraram seriamente uma tentativa de suicídio em 2021”, e que 14% do total tentaram realmente pelo menos uma vez durante o ano.

No grupo etário de 13 a 17 anos os números chegam a 50%.

Em termos gerais, os especialistas apontam um aumento na taxa de suicídio entre os jovens dos Estados Unidos, especialmente estudantes do Ensino Médio, durante a pandemia de Covid-19, que impôs longos isolamentos sociais.

Mas um estudo de 2019 realizado pelo Centro para o Controle e a Prevenção de Doenças (CDC), a principal autoridade de saúde do país, já mostrou que existia entre os estudantes do ensino médio “uma diferença significativa no fato de ter considerado seriamente tentar o suicídio movido pela orientação sexual”.

14,5% dos estudantes que se identificaram como heterossexuais responderam afirmadamente a essa pergunta, mas entre os estudantes que se identificaram como lésbicas, gays ou bissexuais o número chega a 46,8%.

O contexto dos últimos anos no país só reforçou estas tendências, afirmou o The Trevor Project.

“A pandemia de Covid-19 e uma onda sem precedentes de legislações anti-transgêneros continuam afetando negativamente a saúde mental dos jovens LGBTQ”, disse em seu relatório.

A associação argumenta que a quantidade de jovens LGBTQ nos Estados Unidos que “consideraram seriamente tentar se suicidar” aumentou dois pontos percentuais com relação a mesma entrevista realizada em 2020 e cinco pontos com relação a 2019.

De forma geral, 73% dos jovens LGBTQ informaram terem experimentado sintomas de ansiedade em 2021 e 58% sintomas de depressão.

Nove em cada 10 jovens trans ou não binários dos entrevistados também disseram que durante 2021, ficaram preocupados que as pessoas trans tenham tido negadas o direito ao acesso a atenção necessária em seu processo de transição por causa das leis locais.

[leia-tbm id=”254206,219669,240992″

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.