Mundo

Papa doa fundos para migrantes bloqueados entre Polônia e Belarus

Com esta doação, ‘ajuda-se (a organização católica) Caritas da Polônia a enfrentar a emergência migratória na fronteira entre os dois países’, afirma a nota

Fronteira entre Polônia e Belarus. Foto: Leonid SHCHEGLOV/BELTA/AFP
Fronteira entre Polônia e Belarus. Foto: Leonid SHCHEGLOV/BELTA/AFP
Apoie Siga-nos no

O papa Francisco doou 100.000 euros (US$ 113.000) para migrantes bloqueados na fronteira entre Polônia e Belarus – anunciou o Vaticano nesta terça-feira (18).

“O Santo Padre decidiu enviar uma contribuição de 100.000 euros para ajudar grupos de migrantes retidos entre Polônia e Belarus”, informou o Escritório de Desenvolvimento Humano Integral da Santa Sé, responsável pelos refugiados, em um comunicado à imprensa.

Desde o verão passado, milhares de migrantes procedentes do Oriente Médio, em particular do Iraque, cruzaram, ou tentaram cruzar, a fronteira oeste da União Europeia através da Letônia, da Lituânia, ou da Polônia.

Francisco, que frequentemente envia doações humanitárias, é bastante sensível à questão dos migrantes e dos demandantes de asilo, considerando-a uma prioridade de seu pontificado.

O pontífice também enviou uma doação de 100.000 euros para os quase 8 milhões de filipinos desabrigados após a passagem do tufão Rai, um dos mais destrutivos dos últimos anos.

AFP

AFP
Agência de notícias francesa, uma das maiores do mundo. Fundada em 1835, como Agência Havas.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.