Mundo

Facebook deleta post em que Trump comparava letalidade da Covid-19 à da gripe

Twitter mantém publicação, mas comunica que texto ‘infringe regras sobre desinformação’

Presidente Donald Trump. Foto: WIN MCNAMEE/GETTY IMAGES NORTH AMERICA/GETTY IMAGES VIA AFP
Presidente Donald Trump. Foto: WIN MCNAMEE/GETTY IMAGES NORTH AMERICA/GETTY IMAGES VIA AFP
Apoie Siga-nos no

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, teve uma publicação removida do Facebook após dizer que a Covid-19 seria “muito menos letal” do que uma gripe convencional.

Trump é uma das mais de 7 milhões de pessoas diagnosticadas com Covid-19 nos EUA. O presidente americano foi levado a um hospital na sexta-feira 2 e muito se especulou na imprensa sobre seu real estado de saúde. Ao receber alta, Trump pediu nas redes sociais que os americanos “não temessem a Covid”.

O Facebook removeu a publicação do presidente americano, de acordo com informação transmitida pelo porta-voz da rede, Andy Stone, à CNN dos Estados Unidos. Já o Twitter manteve o texto publicado, mas fora da página de tuítes de Trump e com um aviso de que o conteúdo “infringiu regras do Twitter sobre desinformação e notícias potencialmente perigosas sobre COVID-19”.

“A temporada de gripe está chegando! Muitas pessoas todos os anos, às vezes mais de 100.000, e apesar da vacina, morrem de gripe. Vamos fechar o nosso país? Não, aprendemos a conviver com isso, assim como estamos aprendendo a conviver com Covid, na maioria das populações muito menos letal!!!”, escreveu Trump.

(Foto: Reprodução/Twitter)

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.