Mundo

Ex-bispo dos EUA admite que encobriu abuso sexual de menores por 25 anos

Em dezembro de 2019, o Vaticano disse que aceitou a renúncia do bispo Richard Malone, da Diocese de Buffalo, também no estado de Nova York, depois que ele foi acusado de tentar encobrir abusos sexuais

Cardeais Vaticano. 

Mazur Catholicnews.org.uk
Cardeais Vaticano. Mazur Catholicnews.org.uk
Apoie Siga-nos no

Um ex-bispo do estado de Nova York admitiu ter ignorado diversos abusos sexuais de crianças por 11 padres ao longo de 25 anos, denunciou nesta segunda-feira (28) uma associação americana para vítimas desse crime.

Em abril de 2021, Howard Hubbard, ex-bispo da cidade de Albany, testemunhou sob juramento por quatro dias na Suprema Corte do estado e reconheceu que, entre 1977 e 2002, foi informado de abuso sexual contra menores e não denunciou membros do clero à polícia.

A declaração de 680 páginas foi divulgada na última sexta-feira por ordem de um juiz.

“Agora, os paroquianos e o público sabem com certeza que seu ex-bispo estava ativamente envolvido no encobrimento de abusos”, afirmou a ONG Rede de Sobreviventes de Vítimas de Abuso por Sacerdotes (SNAP, na sigla em inglês) em um comunicado.

A ONG espera que “esta notícia encoraje a polícia a investigar esta situação e processar qualquer crime que tenha sido cometido”.

Sobre o motivo de ter se mantido em silêncio, Hubbard disse ao tribunal que não é “obrigado” a denunciar abuso sexual de menores, segundo o canal de TV local WNYT13.

De acordo com a emissora, Hubbard queria evitar um novo escândalo de pedofilia que mancha a reputação dos padres católicos americanos.

No entanto, em uma carta de agosto passado, Hubbard reconheceu que a Igreja não levou em conta o impacto dos crimes nas vítimas.

A Diocese de Albany disse em um comunicado que sua prioridade é “proteger e ajudar as vítimas/sobreviventes e descobrir a verdade”, informou o WNYT13.

A Igreja Católica dos Estados Unidos tem sido alvo há anos de acusações e revelações de abuso sexual por parte de padres.

Em dezembro de 2019, o Vaticano disse que aceitou a renúncia do bispo Richard Malone, da Diocese de Buffalo, também no estado de Nova York, depois que ele foi acusado de tentar encobrir abusos sexuais.

AFP

AFP
Agência de notícias francesa, uma das maiores do mundo. Fundada em 1835, como Agência Havas.

Tags: , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.