EUA proíbem apps chineses TikTok e WeChat a partir de domingo

Decisão vem após longo embate entre aplicativos e o governo Trump

Aplicativo chinês TikTok. Foto: AFP.

Aplicativo chinês TikTok. Foto: AFP.

Mundo

Os downloads dos aplicativos chineses TikTok e WeChat serão proibidos nos Estados Unidos a partir de domingo 20, informou o departamento de Comércio nesta sexta-feira 18, citando ameaças à “segurança nacional”.

 

 

“O Partido Comunista da China mostrou que tem os meios e a intenção de usar esses aplicativos para ameaçar a segurança nacional, a política externa e a economia dos Estados Unidos”, disse o departamento americano em um comunicado.

Os Estados Unidos cumprem assim a ameaça que o presidente Donald Trump lançou contra esses dois aplicativos chineses, em um contexto de grande tensão entre os dois gigantes econômicos.

De acordo com a TikTok, o app conta com cerca de 100 milhões de usuários nos Estados Unidos, e um bilhão no mundo. A empresa nega as acusações de espionagem.

*Com informações da AFP

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Post Tags
Compartilhar postagem