Mundo

Donald Trump ironiza vitória de ‘Parasita’ no Oscar

O presidente disse que está na hora de recuperar os clássicos da época de ouro de Hollywood

Presidente americano Donald Trump. Foto: AFP
Presidente americano Donald Trump. Foto: AFP
Apoie Siga-nos no

O presidente Donald Trump criticou na quinta-feira o Oscar de melhor filme para o sul-coreano “Parasita”, ao questionar como uma produção estrangeira venceu a premiação.

“Quão ruim foi o Oscar deste ano?”, perguntou Trump à multidão durante um comício de campanha em Colorado Springs, Colorado.  “Já temos problemas suficientes com a Coreia do Sul, com o comércio. Além disso, eles entregam para eles o melhor filme do ano?”, questionou Trump, incrédulo.

“Parasita”, uma comédia sombria que explora as divisões de classe, fez história ao se tornar o primeiro filme não falado em inglês a vencer o maior prêmio anual de Hollywood.

“É bom? Não sei”, disse Trump, dando a entender que não assistiu o filme.

A Neon, distribuidora americana de “Parasita”, respondeu o presidente no Twitter e afirmou que sua oposição ao filme legendado era “compreensível”. “Ele não pode ler”, afirma em sua conta oficial.

Trump, cuja presidência é baseada no slogan nacionalista “Estados Unidos primeiro”, disse que está na hora de recuperar os clássicos da época de ouro de Hollywood.

“Vamos com ‘E o Vento Levou’. Podemos conseguir ‘E o Vento Levou?’ de volta, por favor? ‘Crepúsculo dos Deuses’?”, questionou o presidente, que também criticou o vencedor do Oscar de ator coadjuvante, Brad Pitt, que expressou apoio ao processo de impeachment contra Trump.

AFP

AFP
Agência de notícias francesa, uma das maiores do mundo. Fundada em 1835, como Agência Havas.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.