Mundo

Corte Constitucional do Peru determina a libertação de Alberto Fujimori

O ex-ditador de extrema-direita cumpre pena de 25 anos de prisão pelos massacres de Barrios Altos (1991) e La Cantuta (1992)

O ex-ditador de extrema-direita Alberto Fujimori. Foto: HO/Prensa Fujimori/AFP
Apoie Siga-nos no

A Corte Constitucional do Peru determinou nesta quinta-feira 17 a libertação do ex-presidente Alberto Fujimori, condenado a 25 anos de prisão por abusos de direitos humanos, ao restituir um indulto concedido em dezembro de 2017 e revogado em outubro de 2018, informou uma fonte judicial.

“A TC declarou procedente o pedido de habeas corpus” em favor de Fujimori, 83 anos, que governou entre 1990 e 2000.

A decisão permite sua libertação nos próximos dias, disse à AFP a fonte, em sigilo. As ordens deste tribunal são inapeláveis.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo