Mundo

Coreia do Sul diz que Coreia do Norte disparou ‘projétil não identificado’

Os últimos testes norte-coreanos ocorrem em um momento delicado na região, quando o Sul se prepara para escolher seu novo presidente

O líder norte-coreano, Kim Jong Un. Foto: AFP
O líder norte-coreano, Kim Jong Un. Foto: AFP
Apoie Siga-nos no

A Coreia do Norte disparou pelo menos um “projétil não identificado”, informaram neste sábado 5 (horário local) as forças armadas sul-coreanas. Trata-se do nono suposto teste com mísseis norte-coreanos em 2022.

O estado-maior conjunto sul-coreano, porém, não forneceu detalhes além de afirmar que o disparo teve a direção do “leste”.

Pyongyang realizou sete testes de armas em janeiro, um número sem precedentes, incluindo com seu míssil mais potente desde 2017, quando o líder Kim Jong Un provocou o então presidente americano, Donald Trump, com uma série de lançamentos.

Em fevereiro, Pyongyang anunciou ter realizado um teste de “grande significado” para o desenvolvimento de um satélite de reconhecimento, um dia depois de Seul revelar que havia detectado um lançamento de míssil balístico.

Os últimos testes norte-coreanos ocorrem em um momento delicado na região, quando o Sul se prepara para escolher seu novo presidente, na quarta-feira.

Especialistas dizem que Pyongyang poderia usar sua próxima data festiva, quando comemora o 110º aniversário do fundador do país, Kim Il Sung, em 15 de abril, para promover um grande teste armamentista.

AFP

AFP
Agência de notícias francesa, uma das maiores do mundo. Fundada em 1835, como Agência Havas.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.