…

Complexo industrial conjunto das duas Coreias permanece aberto

Mundo

O complexo industrial conjunto da Coreia do Sul e da Coreia do Norte situado em território norte-coreano, na localidade de Kaesong, permanecia aberto neste domingo apesar das ameaças de Pyongyang de fechá-lo.

“Por enquanto, não ocorreram problemas de funcionamento no complexo de Kaesong”, indicou um porta-voz do ministério sul-coreano da Unificação.

A Coreia do Norte havia ameaçado no sábado fechar estas instalações, uma nova ameaça na escalada de tensão entre os dois países.

“Fecharemos o complexo industrial se a Coreia do Sul insistir em danificar nossa dignidade”, afirmou o governo em um comunicado divulgado pela agência oficial KCNA. “Alertamos que serão adotadas duras medidas se (a Coreia do Sul) continuar com suas declarações que difamam nossa dignidade”, acrescentou o texto.

O complexo industrial binacional de Kaesong, situado em território norte-coreano a 10 km da fronteira, foi criado em 2004 como um símbolo da cooperação entre os dois países, e desde então constitui uma importante fonte de renda para a Coreia do Norte.

No entanto, a Coreia do Sul já expressou sua preocupação sobre o funcionamento do complexo, depois que a Coreia do Norte anunciou a intenção de cortar uma linha telefônica de uso militar utilizada para controlar o trânsito de pessoas na região.

Esta linha era utilizada para que as autoridades do Sul pudessem comunicar ao Norte os nomes dos trabalhadores que cruzam a fronteira para trabalhar no complexo industrial.

 

Leia mais em AFP Movel.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem