Autoridade Palestina rejeita acordo Israel-Emirados Árabes

'É uma traição a Jerusalém e à causa palestina', disse a liderança palestina em um comunicado

Vista aérea da cidade de Gaza. Foto: Mohammed Abed/AFP

Vista aérea da cidade de Gaza. Foto: Mohammed Abed/AFP

Mundo

A Autoridade Palestina, presidida por Mahmoud Abbas nesta quinta-feira 13, classificou o acordo para normalizar as relações entre Israel e os Emirados Árabes Unidos como uma “traição” à causa palestina e convocou uma reunião de emergência da Liga Árabe.

“A liderança palestina rejeita o que os Emirados Árabes Unidos fizeram. É uma traição a Jerusalém e à causa palestina”, disse a liderança palestina em um comunicado.

 

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Agência de notícias francesa, uma das maiores do mundo. Fundada em 1835, como Agência Havas.

Compartilhar postagem