Mundo

Ataque a tiros em escola no Texas mata ao menos 14 alunos e um professor

Um hospital de Uvalde informou ter recebido 13 crianças para atendimento

Foto: Reprodução/Redes Sociais
Foto: Reprodução/Redes Sociais
Apoie Siga-nos no

Ao menos 14 alunos e um professor morreram nesta terça-feira 24 depois de um homem abrir fogo em uma escola de ensino fundamental no Texas, nos Estados Unidos. Várias pessoas foram feridas.

O atirador é um jovem de 18 anos, informou o governador do estado. Ele “atirou e matou, de forma horrível e incompreensível, 14 alunos e um professor”, disse Greg Abbott em entrevista coletiva. O governador acrescentou que o suspeito também morreu

Mais cedo, a polícia tinha informado que o suspeito teria sido levado sob custódia depois do ataque na escola fundamental Robb, de Uvalde, pequena cidade a apenas uma hora de distância de San Antonio.

O hospital memorial de Uvalde, por sua vez, informou pelo Facebook que 13 crianças tinham sido levadas para lá para atendimento e que duas chegaram mortas.

Apesar das reiteradas mortes decorrentes de ataques armados e de uma onda nacional de violência provocada por armas de fogo, múltiplas iniciativas para reformar as regulamentações sobre as armas fracassaram no Congresso americano, deixando aos legislativos locais e estaduais a responsabilidade de aprovar suas próprias restrições.

Em 2020, os Estados Unidos registraram 19.350 homicídios com armas de fogo, 35% a mais que em 2019, segundo os dados mais recentes do Centro para o Controle e a Prevenção de Doenças.

AFP

AFP
Agência de notícias francesa, uma das maiores do mundo. Fundada em 1835, como Agência Havas.

Tags: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.