CartaExpressa

Justiça nega pedido de prisão de professor que elogiou Hitler em escola e determina 180 dias de afastamento do cargo

Docente de Santa Catarina que foi filmado por alunos defendendo o nazismo deverá manter distância de 200 metros de escolas onde trabalha

Professor foi filmado defendendo o nazismo em sala de aula — Foto: Redes sociais/ Reprodução
Apoie Siga-nos no

A Justiça de Santa Catarina negou o pedido de prisão preventiva do professor da rede estadual de ensino, investigado por apologia ao nazismo em sala de aula.

Conforme informação do Ministério Público do estado, o docente está afastado das aulas de aula por 180 dias.

A decisão do Tribunal de Justiça de Santa Catarina determinou que o professor está proibido de se aproximar, a menos de 200 metros, das instituições onde leciona.

Um vídeo que repercutiu nas redes sociais mostram o professor afirmando que apoiaria o ditador Adolf Hitler, quando questionado por um aluno.

“Eu tenho uma admiração por Hitler”, respondeu o ele.

O docente já havia sido afastado das funções pelo mesmo motivo em novembro de 2022. Na ocasião, ele elogiou o regime alemão nazista em um aplicativo de mensagens.

Em nota divulgada na semana passada, a Secretaria Estadual de Educação informou que “começou a tomar todas as medidas cabíveis, visto que há um processo em andamento”, assim que soube da conduta do professor.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo