Humor

As passeatas da esquerda foram um fracasso, por Coronel Siqueira

Se cada vovô patriota fizer sua parte, a gente livra o Brasil dessa baderna!

(thispersondoesnotexist.com/AFP)
(thispersondoesnotexist.com/AFP)
Apoie Siga-nos no

Meu netinho Jurandir é um bom menino, mas confesso que algumas vezes ele me cansa um pouco com suas picardias juvenis. Depois que entrou na faculdade, ele arrumou uns amigos meio estranhos, uns barbudinhos que estão sempre com os olhos vermelhos e a fala arrastada. São bons meninos, mas ainda tem muito o que aprender com a vida. Ao invés de se preocuparem com as coisas normais da idade – criar uma família, comprar armas, oprimir minorias e agredir quem pensa diferente – eles preferem filosofar e ler. Eu já falei pra eles que livros são perigosos e que o zap que é a fonte final de toda a informação, mas eles insistem nas leituras. Enfim, jovens.

Ontem encontrei com eles em frente à minha casa. Acho que devem ter me confundido, porque imediatamente atravessaram a rua correndo quando me viram, mas eu fui atrás e chamei a moçada para uma prosa!

Eles voltaram e começamos a conversar. Perguntei o que estavam fazendo e o Jurandir disse que estavam indo fazer faixas para ir nos protestos contra o governo. Confesso que no começo não entendi muito bem, achei que podia ser problema de audição, mas ele confirmou que era isso mesmo. Jurandir, meu netinho, estava revoltado contra nosso grande mito.

Que absurdo! Agora a conversa ficou séria! Falei que exigia que eles me explicassem o que viam de tão ruim assim no governo Bolsonaro a ponto de quererem se manifestar! Convidei todos para entrar, servi uma deliciosa limonada geladinha e comecei a falar:

— Pessoal, pra que ir lá reclamar do governo? É o melhor que já tivemos! Depois de mais de 500 anos de petismo no Brasil, pela primeira vez temos um governo honesto, de família! Só patriota, só cidadão de bem!

Um deles me respondeu:

— O senhor não lê jornais? Não lê revistas? O Brasil está numa crise econômica terrível, recorde de desemprego, arrancaram todos os direitos dos trabalhadores! O povo está morrendo de fome, seu Siqueira!

Respondi sem pestanejar:

—  Crise? Que crise? Isso é mimimi de petista! Quem quer trabalhar, trabalha sim! E essa coisa de direitos trabalhistas é frescura de preguiçoso! Agora você pode negociar diretamente com o seu patrão, é muito melhor! Basta você chegar pro chefe e pedir um salário de cem mil reais! Se você souber negociar direitinho, ele aceita! Tem que se esforçar! Mas o pessoal adora uma mamata e uma corrupção, né? Estavam acostumados a viver de Lei Rouanet e agora ficam falando mal do governo! 

Meu neto entrou na conversa:

— Mas, Vô, esse deve ser o governo mais corrupto da história! Todos os filhos do presidente estão sendo investigados! Além disso, o Bolsonaro está aparelhando o estado inteiro com os amigos dele, um monte de miliciano, um monte de pastor maluco… É mamata e corrupção no nível máximo! E ele demite as poucas pessoas que ainda tem ânimo para investigar alguma coisa, além de perseguir os jornalistas!

Respondi rapidamente:

— Fake News. Isso é invenção da imprensa comunista! Um monte de jornalista stalinista lulopetista marxista que esconde os grandes feitos do mito! Você não viu que o Bolsonaro inaugurou uma pinguela de madeira essa semana? Isso a mídia esconde, né? 

 

Uma amiga perguntou, já meio impaciente:

– E a Covid, coronel? O senhor acha normal isso? A população sem vacina, número recorde de mortes e o presidente fazendo piada? O senhor acha normal o Bolsonaro ir à televisão e ficar imitando uma pessoa sem ar? O senhor acha correto o governo dar um remédio que não funciona pras pessoas? Ele deve ser o único presidente do mundo que se coloca contra a vacinação. Meio milhão de brasileiros mortos e ele fica fazendo piadinha nas lives dele. Ele é um genocida, coronel! Um psicopata! O Brasil virou um pária mundial!

Confesso que fiquei sem resposta. Corri no zap, perguntei pro pessoal (grupo “Milicianos pela Democracia”) e fui lendo a resposta:

— Não é bem assim! O Brasil é o quarto país em número de vacinados! E a Cloroquina funciona sim! Além disso, a culpa é do PT! Eles deveriam ter previsto a pandemia! A bomba estourou no colo do Bolsonaro, mas por que o Lula não se preparou? Será que é porque estava vendendo a refinaria de Pasadena para comprar uma Ferrari de ouro e a Friboi pro Lulinha? E o Fidel Castro? Por que não usa o método Paulo Freire na China? E por que o pessoal LGBT quer dar mamadeira erótica pros universitários baderneiros da Venezuela? E os cinquenta trilhões de barras de ouro que o PSOL usou para comprar a Rede Globo? E o Foro de São Paulo que está preparando uma revolução globalista junto com o MST, as feministas e os pedalinhos do sítio de Atibaia? Isso a mídia não mostra! 

Excelentes argumentos. Ela ficou totalmente sem palavras.

Discuti mais um pouco com eles, mas depois de um tempo comecei a sentir uma certa tensão no ar. Ofereci mais uma limonada e falei que já estava na hora de encontrar com meus amigos para queimar uns livros na pracinha. Saíram daqui meio cabisbaixos e cansados, falando que iam preparar os cartazes e as faixas para a grande manifestação.

Mal sabiam quanta Cloroquina, Rivotril e laxante tinha na deliciosa limonada do vovô Siqueira! Certamente ia ser uma manifestação inesquecível para nossos pequenos rebeldes!

Se cada vovô patriota fizer sua parte, a gente livra o Brasil dessa baderna!

Epílogo:

Fiquei muito contente ao acordar ontem e constatar que as passeatas da esquerda foram um fracasso. Ao invés das grandes manchetes que costumavam coroar os jornais nos dias seguintes às manifestações da direita, apenas títulos como “Cidades turísticas se reinventam para atrair o home-office” ou “PIB reaquece”.

Bem que eu disse pros meninos que o Brasil estava indo de vento em popa!

Coronel Siqueira

Coronel Siqueira Cidadão de bem, patriota, viúvo, cristão, conservador, hétero convicto, de ascendência europeia. Adoro lasanha e frutas cristalizadas.

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.