Esporte

Operação do MP contra manipulação no futebol mira 5 jogos do Brasileirão; confira a lista

A ação cumpriu três mandados de prisão preventiva e 20 mandados de busca e apreensão em 16 municípios de seis estados

Foto: Reprodução/Ministério Público de Goiás
Apoie Siga-nos no

O Ministério Público de Goiás deflagrou nesta terça-feira 18 a Operação Penalidade Máxima II, a mirar indícios de manipulação de resultados de jogos de futebol, inclusive em partidas do Campeonato Brasileiro.

A suspeita é de que o grupo criminoso tenha atuado em pelo menos cinco jogos da Série A de 2022, além de cinco partidas de campeonatos estaduais deste ano.

A operação cumpriu três mandados de prisão preventiva e 20 mandados de busca e apreensão em 16 municípios de seis estados. A autorização partiu da 2ª Vara Estadual dos Feitos Relativos a Delitos Praticados por Organização Criminosa e Lavagem ou Ocultação de Bens Direitos e Valores de Goiás.

Em coletiva de imprensa, o MP revelou os cinco jogos do Brasileirão de 2022 sob suspeita. Quatro confrontos foram realizados entre 5 e 6 de novembro:

  • Santos x Avaí, com suspeita de tentativa de cooptação de um atleta do Santos para receber cartão amarelo;
  • Red Bull Bragantino x América MG, para um atleta do Bragantino ser punido com cartão amarelo;
  • Goiás x Juventude, para dois atletas do Juventude receberem cartão amarelo; e
  • Cuiabá x Palmeiras, para um jogador do Cuiabá tomar amarelo.

Também entrou na mira o duelo entre Santos e Botafogo em 10 de novembro, no qual haveria um atleta cooptado para receber cartão vermelho.

Segundo o MP, durante o cumprimento de um dos mandados nesta terça, um atleta confessou a participação fraudulenta em outro jogo, disputado em 10 de setembro por Juventude e Palmeiras.

“A quantia envolvida quanto à cooptação de atletas da Série A para punução de amarelo e vermelho girava em torno de 50 e 60 mil reais por atleta para cada evento esportivo”, informou Fernando Cesconetto, do Ministério Público de Goiás.

Confira a lista de jogos válidos por campeonatos estaduais investigados pelo MP:

  • Goiás x Goiânia – 12 de fevereiro de 2023;
  • Caxias x São Luiz-RS – 12 de fevereiro de 2023;
  • Esportivo-RS x Novo Hamburgo – 11 de fevereiro de 2023;
  • Luverdende x Operário – 11 de fevereiro de 2023;
  • Guarani x Portugusa – 8 de fevereiro de 2023.

“Valores que variavam entre 70 mil e 100 mil”, disse Cesconetto. “Esses jogos seriam todos manipulados, variando eventos de cartões amarelos, pênaltis e eventos. Arrecadamos materiais em variados estados, como equipamentos eletrônicos.”

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo