Reitor de universidade diz que novo ministro da Educação não tem doutorado na Argentina

Franco Bortolacci, da Universidade de Rosário, afirma que Carlos Decotelli frequentou o curso, mas não o finalizou

Reitor de universidade diz que novo ministro da Educação não tem doutorado na Argentina

Educação

O reitor da Universidade Nacional de Rosário, na Argentina, Franco Bortolacci utilizou suas redes sociais nesta sexta-feira 26 para desmentir a informação que o novo ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli da Silva, tem título de doutor pela universidade.

O reitor declarou à coluna da jornalista Mônica Bergamo que “Ele cursou o doutorado, mas não finalizou, portanto não completou os requisitos exigidos para obter a titulação de doutor na Universidade Nacional de Rosario”.

A informação foi dada pelo presidente Jair Bolsonaro quando fez o anúncio de sua nomeação para o ministério da Educação na quinta-feira 25.

A informação também consta no perfil profissional de Decotelli publicado na plataforma Linkedin.

A reportagem de CartaCapital enviou questionamentos para o Ministério da Educação sobre o caso, mas não obteve respostas até o fechamento desta reportagem.

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem