…

Livros explicam classes sociais e gênero para as crianças

Educação

“Todas as pessoas são iguais. Mas existem coisas que as tornam desiguais: a força, o poder, o dinheiro e a cultura”. A frase que abre o livro infantil O que são classes sociais? é um vislumbre da abordagem simples, porém competente, com que os títulos da coleção Livros para o Amanhã, lançada pelo Boitatá (selo infantil da Boitempo Editorial), apresentam aos pequenos questões essenciais de cidadania e dinâmicas sociais.

O que são classes sociais?
e As mulheres e os homens são os mais recentes lançamentos da coleção e deverão chegar às livrarias a partir de 11 de março. Em dezembro do ano passado, o selo lançou em sua estreia os volumes A democracia pode ser assim e A ditadura é assim.

Os livros integram uma série de quatro volumes que foi publicada originalmente entre 1977 e 1978 pela editora catalã La Gaya Ciencia, logo após a morte do ditador Francisco Franco (1892-1975) e, portanto, no início da redemocratização da Espanha.

Em O que são as classes sociais? expõe-se de maneira didática e acessível a estrutura social e as razões que fazem com que determinadas parcelas da população tenham mais dinheiro e poder do que outras e, portanto, passem a ser desiguais. O livro baseia-se nas ilustrações de Joan Negrescolor para exemplificar o que são privilégios, posses, trabalho, exploração, entre outros conceitos nem sempre fáceis de explicar aos mais jovens.

Livro da Boitatá

Trecho do livro “O que são as classes sociais?” explica a desigualdade no acesso ao Ensino Superior

As mulheres e os homens, por sua vez, trabalha a questão da desigualdade por um viés que tenta mostrar como as diferenças entre os gêneros são, fora o sexo, construídas culturalmente. Em um dos trechos, o texto diz: “O que acontece é que muitos pais educam os meninos para que se tornem homens importantes. Enquanto as meninas são educadas para que se tornem as esposas dos homens importantes”. O livro conta com ilustrações de Luci Gutiérrez.

Ambos os livros, por fim, trazem questões para refletir e debater com os pequenos leitores como “A que classe social você acha que pertence?” ou “Quem deve fazer as tarefas de casa?”.

Por seu caráter questionador, a coleção Livros para o Amanhã foi premiada pela Feira do Livro de Bolonha, maior evento de literatura infantil do mundo, na categoria de não ficção.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem