Educação

Comissão da Câmara aprova PL que prevê atuação ostensiva de guardas municipais nas escolas

O projeto ainda será avaliado pela Comissão de Constituição e Justiça antes de ir a plenário

Créditos: EBC Créditos: EBC
Apoie Siga-nos no

A Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que permite a atuação ostensiva das guardas municipais nas unidades escolares. A proposta ainda amplia a punição para crimes cometidos no contexto escolar.

O parecer do relator, deputado Sargento Fahur (PSD-PR), é um substitutivo ao projeto original apresentado pelas deputadas Silvye Alves (União-GO) e Dayany Bittencourt (União-CE).

O texto amplia as atribuições das guardas municipais, prevendo as rondas intensivas. Também agrava as penas, de 1/3 até a metade, para os crimes de homicídio simples e de lesão corporal cometidos em contexto escolar.

A pena para homicídio simples prevista hoje no Código Penal é de reclusão de seis a 20 anos. No caso de lesão corporal, a pena é de detenção de três meses a um ano.

A proposta é discutida em meio ao receio de novos ataques a escolas. O Brasil contabiliza 36 ataques em 22 anos, quase 60% deles no pós-pandemia.

O projeto ainda será analisado pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, e de Constituição e Justiça. Depois, seguirá para o plenário.

Tags: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.