Educação

Brasil terá de responder à ONU sobre Plano Nacional de Educação

País passará pela Revisão Periódica Universal, no dia 5 de maio. Mecanismo avaliará a situação dos direitos humanos, entre eles o direito à educação

Apoie Siga-nos no

No próximo dia 5 de maio, o Brasil passará pela Revisão Periódica Universal, mecanismo do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas (CDH), que faz com que os 193 Estados-membros da ONU sejam submetidos a uma revisão de sua situação de direitos humanos.

A principal pauta levada para o encontro, em Genebra, sob incidência da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, é o direito a educação, com foco no Plano Nacional de Educação (PNE).

A política, que foi sancionada em 2014 e que deve determinar diretrizes, metas e estratégias para a política educacional até 2024, não saiu do papel, como alerta o coordenador geral da campanha, Daniel Cara.

Em vídeo exclusivo para o Carta Educação, o especialista fala sobre a falta de intencionalidade política para fazer da educação um tema central e os riscos relativos à falta de financiamento. Confira!

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo