Educação

Alunos da USP repudiam retorno de Janaina Paschoal: ‘Contribuição indecente para o País’

‘As nossas salas de aula se tornaram grandes demais para você’, dizem estudantes organizados no Centro Acadêmico da Faculdade de Direito

Foto: Sérgio Galdino/Alesp
Apoie Siga-nos no

Integrantes do Centro Acadêmico XI de Agosto, órgão representativo dos estudantes da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, se manifestaram em carta contra o retorno da deputada estadual Janaína Paschoal (PRTB-SP) às atividades em sala de aula.

A parlamentar mostrou interesse em retomar as aulas no Largo de São Francisco após não se eleger ao Senado nas últimas eleições. Ela está licenciada da USP desde 2019, quando ingressou na Assembleia Legislativa paulista. O mandato parlamentar chega ao fim em março.

Os integrantes do centro acadêmico apontam que o possível retorno de Janaina às atividades docentes foi recebido com ‘perturbação’.

“Desde que se tornou uma das lideranças e a principal fiadora jurídica da extrema-direita, Janaína abandonou os valores democráticos que devem permear as salas de aula da principal instituição de ensino jurídico do País”, destacam em um trecho da carta.

Os estudantes lembram ainda que Janaina foi uma das poucas docentes a não assinar uma carta produzida pela Faculdade de Direito em defesa do Estado Democrático, durante o processo eleitoral. O documento teve mais de um milhão de assinaturas.

“Consideramos que Janaina Paschoal tem dado uma contribuição indecente para o País”, apontam. “Nos quatro anos sombrios que o País enfrentou sob o governo de Bolsonaro, Janaina se apresentou como uma espécie de bolsonarista esclarecida. No entanto, as suas supostas divergências com os movimentos de extrema-direita são mínimas e consideramos haver, em suas mãos, tanto sangue quanto nas mãos deles.”

“Hoje a universidade pertence aos defensores da democracia, não aos seus detratores. É exatamente por isso que você não cabe mais aqui. As nossas salas de aula se tornaram grandes demais para você.”

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo