Economia

Inflação da cesta básica chega a 21,46% nos últimos 12 meses

Alta dos preços está relacionada com os eventos climáticos, escalada do curto do frete e o conflito na Ucrânia

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil Bolsonaro, apoiadores e alguns ‘especialistas’ atribuem a inflação de alimentos à ‘conta que chegou’ por causa das medidas de distanciamento social. Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil Bolsonaro, apoiadores e alguns ‘especialistas’ atribuem a inflação de alimentos à ‘conta que chegou’ por causa das medidas de distanciamento social. Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
Apoie Siga-nos no

O preço dos alimentos que compõe a cesta básica subiu 21,46% nos últimos 12 meses. A informação é do Boletim da Cesta Básica, divulgado nesta quarta-feira 13.

De acordo com o estudo, entre os meses de fevereiro e março, a inflação registrou aumento de 3,25%. Com isso, o acumulado no ano foi de 12,67% para 21,46%. 

Os valores registrados superam em muito o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, que foi de 11,30% no mesmo período. 

Para os pesquisadores, a alta está relacionada com a mudança climática e a escalada do custo do frete, que foi afetado diretamente pela alta dos combustíveis e pelos conflitos na Ucrânia.

Entre os itens que mais tiveram aumento de preço está o tomate, com alta de 27,22% no mês e o leite, com 9,34%. 

No acumulado de 12 meses, o tomate teve alta de 94,55% e o café, de 64,66%. 

Alguns itens também registraram queda, como a banana prata, de -4,87% e o contrafilé bovino -0,07%.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.