Economia

Correios apresenta acordo e trabalhadores desistem de greve às vésperas da Black Friday

Empresa apresentou um termo corrigindo 12 das 26 demandas, e os sindicatos orientaram os trabalhadores pela aprovação

Correios
Apoie Siga-nos no

Os trabalhadores dos Correios em Bauru (SP), Rio de Janeiro e Maranhão, representados pela Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios, decidiram aceitar a proposta enviada pela empresa e recuar da greve cujo início estava previsto para esta quinta-feira 23.

A informação foi confirmada por CartaCapital com integrantes da Findect. Os sindicatos de São Paulo e do Tocantis ainda vão se reunir para deliberar sobre o acordo apresentado pela estatal, mas a tendência é que os termos sejam aprovados.

A paralisação por tempo indeterminado, aprovada em assembleia na tarde de quarta, aconteceria às vésperas da Black Friday em reação ao que os trabalhadores veem como inércia da empresa diante de 26 supostos erros no Acordo Coletivo da categoria.

De acordo com comunicado divulgado pela federação, a empresa apresentou um termo corrigindo 12 das 26 demandas, e os sindicatos orientaram os trabalhadores pela aprovação. Entre as medidas acordadas está um reajuste salarial de 250 reais para os empregados que recebem até 7 mil mensais a partir de janeiro de 2024.

Os Correios também concederão um crédito de 1.500 extras no vale alimentação, informou a Findect.

Mais cedo, a empresa divulgou nota em que disse estar preparada para garantir a normalidade dos serviços durante a Black Friday, caso as assembleias decidissem pela paralisação.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo