Consumo de carne bovina no Brasil é o menor em 12 anos

Pesquisa mostra que o brasileiro tem buscado opções mais baratas de proteína

Foto: Istok

Foto: Istok

Economia

O consumo de carne vermelha no Brasil caiu 5% em 2020, completou quatro anos seguidos de queda e chegou ao menor nível desde 2008, revelam dados compilados pela Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes. Os números foram divulgados nesta terça-feira 20 pelo Poder360.

A pesquisa mostra que o brasileiro tem buscado opções mais baratas de proteína. Os motivos são o aumento dos custos dos insumos, muitos deles importados, para a criação dos animais e a alta demanda externa de países como a China.

O consumo de ovos saltou 9% em 2020. Já o de frango subiu 7%. Os números são da Associação Brasileira da Proteína Animal. Já a carne suína teve um aumento de preço de 29,5%, enquanto a bovina, 16,2%.

 

 

Ao site, o presidente da ABPA, Ricardo Santin, afirma que este cenário permanecerá mesmo depois da pandemia: “Vai haver um ‘boom’ ainda maior no consumo de frango, suíno e de ovos”.

Para o especialista, a crise econômica ocasionou um rearranjo no carrinho de compras da população. De acordo com a estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento, o brasileiro consumirá neste ano a menor quantidade de carne vermelha por pessoa em 25 anos.

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem