…

Douglas Belchior denuncia genocídio negro em fóruns internacionais

Diversidade

Professor de história, articulador da Uni-Afro Brasil e colunista de CartaCapital, Douglas Belchior leva, pela terceira vez em 2017, denúncias contra o genocídio negro em curso Brasil a fóruns internacionais.

A convite da Brown University, nos Estados Unidos, Belchior ministra nesta semana a Conferência intitulada Uneafro- Brasil: Educação e Luta por Justiça Social, participa de um debate sobre a resistência contra o genocídio negro nas américas e, na Columbia University, compõe o ciclo de debates Democracia? Raça, gênero e violência no Brasil, Colômbia e Estados Unidos

A Brown University é conhecida pelos pesquisadores que trouxeram interpretações teóricas inovadoras sobre racismo como George Reid Andrews, que além dos estudos comparados sobre as desigualdades raciais no Brasil e Estados Unidos ofereceu releituras das principais teses do sociólogo Florestan Fernandes.

Outras participações

Em abril deste ano, Belchior esteve na Brazil Conference, realizada pela Harvard University e pelo MIT (Massachusetts Institute of Technology) que contou também com a participação de Dilma Roussef, Sérgio Moro, Eduardo Suplicy, Gilmar Mendes, Djamila Ribeiro, Aurea Carolina, Wagner Moura

Mais recentemente, entre os dias 10 a 14 de outubro, ele voltou aos Estados Unidos em função de seu trabalho junto ao Fundo Brasil de Direitos Humanos, em parceria com a Open Society Foundation, para participar de duas  conferências sobre segurança pública, justiça criminal e políticas de guerra às drogas

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem