Cultura

Regina Duarte replica vídeo e endossa opinião sobre “marxismo cultural”

“Depoimento bacana, profundo, super real”, comentou a atriz, reacendendo a polêmica sobre a teoria do “marxismo cultural”

A atriz Regina Duarte (Foto: Marcos Corrêa / PR)
A atriz Regina Duarte (Foto: Marcos Corrêa / PR)

A atriz Regina Duarte, cotada para assumir a Secretaria da Cultura do governo Bolsonaro, compartilhou neste domingo 26, em sua conta no Instagram, um vídeo em que o ex-BBB Adrilles Jorge critica o “marxismo cultural”, teoria da conspiração conservadora que acredita em um suposto plano da esquerda para dominar a indústria cultural.

“Quem é esse cara?”, perguntou Regina na legenda do post. “Depoimento bacana, profundo, super real”, completou a atriz, reacendendo a polêmica a respeito do tema, bastante citado pelo ex-secretário Roberto Alvim. Até a publicação desta nota, o trecho extraído do programa Morning Show, da rádio Jovem Pan, já contabilizava quase 200 mil visualizações.

No vídeo compartilhado por Regina Duarte, Adrilles acusa o “marxismo cultural” de “colocar negros contra brancos, mulheres contra homens, homossexuais contra heterossexuais”. Em seguida, é rebatido pelo outro participante da bancada, o jornalista Guga Noblat, que relembra que o “marxismo cultural” é uma teoria conspiratória “que ninguém leva a sério”.

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!