Marcia Castro explora o axé na sua mistura de estilos e força musical

Cantora acrescenta ao gênero o lado de suas influências e expressões da musicalidade baiana

Foto: Pedrita/Divulgação.

Foto: Pedrita/Divulgação.

Cultura

Um single lançado recentemente pela cantora Marcia Castro, Ver a Maravilha, dá uma ideia do que se reverbera ainda do axé music no seu lado musical e contagiante. A composição é de Teago Oliveira, da banda baiana Maglore, e revive o gênero na sua essência.

No seu quinto álbum a ser lançado nas plataformas de música no dia 21 de outubro, Marcia Castro irá trazer esta música e outras faixas, justamente buscando um reencontro dessa convergência de ritmos e estilos baianos que marcaram os anos 1990, impondo suas influências além do rótulo desgastado que acabou ficando marcado no gênero.

A cantora baiana vê um legado importante deixado pelo axé, nome, inclusive, deste seu novo disco. O trabalho já estava pronto antes da pandemia, e outra música, Arco Íris do Amor (Fábio Alcântara, Magary Lord e Lucas Santtana), com participação de Margareth Menezes, tinha sido lançada no início do ano passado. O single também lembra de forma latente o ritmo que faz sucesso na Bahia há 30 anos.

 

 

Há no trabalho músicas assinadas por Márcia Castro, e também de compositores badalados, como Carlinhos Brown, Russo Passapusso (BaianaSystem), Emicida e Nando Reis.

A produção é de gente de peso da cena musical de Salvador: maestro Letieres Leite e Lucas Santtana. Já a direção artística do álbum Axé é assinada por Marcus Preto.

A baiana Marcia Castro já está indo para 15 anos de carreira, desde o seu primeiro disco, Pecadinho. Seu último álbum lançado foi Treta (2017).

Marcia Castro tornou-se mãe há cerca de dois meses. Após fertilização in vitro, sua parceira engravidou do bebê. A dupla maternidade é bastante tratada nas redes sociais pela cantora. Segundo ela, a filha despertou o quão é difícil ser mãe e criar uma criança. A questão homoafetiva é abordada nos dois singles já lançados do novo álbum da cantora.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Jornalista há 25 anos, com passagem em diversas editorias. Foi produtor musical e escreve sobre música desde 2014.

Compartilhar postagem