CartaExpressa

TJ-SP aprova auxílio-saúde para magistrados

TJ-SP aprova auxílio-saúde para magistrados

Foto: Divulgação/TJ-SP

Foto: Divulgação/TJ-SP

O Órgão Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) aprovou nesta quarta-feira 2 a criação de auxílio-saúde aos magistrados, inclusive os inativos. A decisão foi tomada por unanimidade pelo colegiado.

Segundo a decisão dos desembargadores, o modelo será o de reembolso de despesas com planos privados, com limite de 10% do salário. “O auxílio-saúde, que não configura rendimento tributável e sobre o qual não incide contribuição previdenciária, não será incorporado ao subsídio, aos proventos ou à pensão”, diz a portaria de criação do benefício.

O pagamento de auxílio-saúde a juízes foi regulamentado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em setembro do ano passado.

O CNJ apresentou, na oportunidade, três modelos de acesso ao benefício: contrato com planos de saúde, serviços prestados pelo órgão ou reembolso – este último foi o escolhido pelo TJ-SP.

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem