CartaExpressa

Thiago Brennand é preso nos Emirados Árabes Unidos

O empresário é alvo de cinco pedidos de prisão preventiva por crimes de estupro, agressão, ameaça e cárcere privado

Créditos: Reprodução Instagram
Apoie Siga-nos no

O empresário Thiago Brennand foi preso nesta segunda-feira 17, nos Emirados Árabes, dois dias depois de o país autorizar a extradição dele para o Brasil.  A informação foi divulgada pela TV Globo.

Brennand é alvo de cinco pedidos de prisão expedidos pela Justiça de São Paulo, por crimes de estupro, agressão, ameaça e cárcere privado envolvendo quatro jovens, além da acusação de agressão contra o próprio filho. 

Agentes da Polícia Federal devem ir aos Emirados Árabes na terça 18 para trazê-lo de volta ao País. 

No domingo 16, o Ministério da Justiça informou que ainda não havia data para o retorno do empresário. O presidente Lula (PT) classificou a extradição como uma “questão de Justiça e de polícia”.

No início de abril, o advogado de Brennand afirmou que ele tinha a intenção de voltar ao Brasil para se apresentar às autoridades. Em vídeo publicado nas redes sociais,  o empresário disse que “provavelmente” seria preso “injustamente”.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.