CartaExpressa

‘Talvez nem na ditadura se aparelhasse tanto’, diz Kassab sobre governo Bolsonaro

Para Kassab, que defende a candidatura de Rodrigo Pacheco à presidência,  ‘o centro precisa ter mais protagonismo’

Fotos: Reprodução
Fotos: Reprodução

O presidente do PSD, Gilberto Kassab, acusou o governo do presidente Jair Bolsonaro de promover um aparelhamento maior do que nos tempos de ditadura. A informação é do portal Metrópoles.

O dirigente partidário participou, na sexta-feira 3, de evento do grupo Derrubando Muros, uma iniciativa de empresários, intelectuais e políticos.

“O Brasil vive hoje uma situação bastante difícil. Um governo que ameaça, que aparelha como nunca. Talvez nem na ditadura se aparelhasse tanto”, afirmou o ex-ministro.

Para Kassab, que defende a candidatura do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), à presidência,  “o centro precisa ter mais protagonismo, mais capacidade de comunicação. Senão, vamos continuar perdendo espaço”.

“No mundo das redes socais, aqueles que defendem posições extremas tem mais facilidade de repercussão porque são mais intensos. O centro é mais conciliador e pode passar nesse mundo a impressão que é inerte, mas não é”, afirmou.

 

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!