CartaExpressa

SP: Polícia prende suspeito de participar de incêndio da estátua do Borba Gato

O grupo intitulado Revolução Periférica assumiu a autoria da ação

Créditos: Reprodução / TV Globo Créditos: Reprodução / TV Globo
Créditos: Reprodução / TV Globo Créditos: Reprodução / TV Globo

A Polícia Civil prendeu, na madrugada deste domingo 25, o homem suspeito de participar do incêndio à estátua do Borba Gato, zona sul de São Paulo, na tarde do sábado 24.

O suspeito preso como o motorista que dirigiu o caminhão que conduziu parte do grupo e os pneus que foram usados no incêndio, segundo as investigações do 11º DP (Santo Amaro).

O grupo intitulado Revolução Periférica assumiu a autoria da ação. Nas redes sociais, o grupo questiona a simbologia do bandeirante na história, sendo responsável por caçar e escravizar negros e indígenas no País.

Ainda de acordo com a Polícia, o veículo estava com as placas adulteradas. Os manifestantes envolvidos desembarcaram de um caminhão e espalharam pneus em torno da estátua, para então dar início ao incêndio.

O governador João Doria criticou o ato em suas redes sociais ainda no sábado atribuindo-o a ‘vandalismo’.

“Condeno o vandalismo nas manifestacões de hoje. Quem age como vândalo é tão autoritário e violento como aquele que é alvo do protesto. Democracia significa dialogo, equilíbrio, jamais baderna. PM de SP agirá sempre que houver quebra da ordem. Ato democrático sim, violência não”, escreveu.


 

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!