CartaExpressa

Sergio Moro é xingado em primeiro ‘evento’ como pré-candidato

O ex-juiz marcou a filiação ao Podemos para o próximo dia 10, mas já está no Brasil para primeiros encontros partidários

Foto: Lula Marques
Foto: Lula Marques
Apoie Siga-nos no

O ex-juiz Sergio Moro chegou ao Brasil nesta quarta-feira 3 para seus primeiros ‘eventos’ como pré-candidato à Presidência em 2022 e foi recebido por xingamentos no desembarque do aeroporto em Brasília.

O protesto foi organizado pelo Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal do Estado de São Paulo (Sintrajud) e pela Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Telecomunicações e Operadores de Mesas Telefônicas (Fenattel).

Conforme registra a Veja, Moro chegou ao País acompanhado de Renata Abreu, presidente do Podemos, partido pelo qual será candidato, e do futuro marqueteiro da campanha, Fernando Vieira.

“Juiz ladrão, juiz vendido. Você é um lixo”, gritaram os manifestantes ao avistarem o ex-juiz. Moro ouviu os xingamentos calado enquanto caminhava em direção a um carro.

Ex-ministro de Jair Bolsonaro, Moro pretende se distanciar do atual presidente. Desde a sua demissão, ele é visto como ‘adversário’ e ‘traidor’ pelos bolsonaristas. Na outra ponta, Moro também não agrada e é visto como ‘golpista’, já que condenou Lula (PT) em um julgamento parcial e sem provas, anulado recentemente pela Justiça.

Para se cacifar como representante da ‘terceira via’, Moro busca além da filiação ao Podemos, apoio de outros partidos. O primeiro ‘evento’ antes da filiação oficial, que está marcada para o dia 10 de novembro, é justamente o encontro com integrantes do DEM e PSL, que futuramente devem formar o União Brasil, para qual desembarcou em Brasília.

 

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.