CartaExpressa

Senador pede convocação de Mário Frias para explicar gastos em viagem aos EUA

Secretário foi a Nova York para discutir uma produção audiovisual com o ex-lutador de jiu-jitsu Renzo Gracie, entre os dias 14 e 19 de janeiro

O secretário especial da Cultura, Mario Frias. Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
O secretário especial da Cultura, Mario Frias. Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Apoie Siga-nos no

O senador Jean Paul Prates (PT-RN) apresentou, nesta segunda-feira 21, um requerimento na Comissão de Educação, Cultura e Esporte para convocação do secretário especial de Cultura, Mário Frias.  Se o documento for aprovado, Frias terá que explicar os gastos feitos durante viagem aos Estados Unidos.

No requerimento, o parlamentar argumenta que “há de se considerar e avaliar o impacto patrimonial à Administração Pública”.

Frias foi a Nova York para discutir uma produção audiovisual com o ex-lutador de jiu-jitsu Renzo Gracie, entre os dias 14 e 19 de janeiro deste ano. A viagem custou 39 mil reais para o contribuinte. Além disso, o secretário-adjunto de Frias, Hélio Ferraz de Oliveira, gastou outros 39 mil reais, totalizando cerca de 78 mil.

O senador também solicitou informações sobre a autorização para a ida do subsecretário de Fomento e Incentivo à Cultura, André Porciúncula, para Los Angeles, também em janeiro.

Em entrevistas, Frias tentou justificar os gastos ao dizer que foi em uma comitiva oficial e que os custos têm que ser “cubridos” (sic).

Veja o documento completo:

Entrega – Convocação – Mário Luís Frias (1)
Alisson Matos

Alisson Matos
Editor do site de CartaCapital. Twitter: Alisson_Matos

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.