CartaExpressa,Política

‘Se não houver uma terceira via, vou de Lula’, diz FHC

‘Se não houver uma terceira via, vou de Lula’, diz FHC

Para ex-presidente, o PSDB 'perdeu capacidade de atração e condição de ser fator real de poder'

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) confirmou que, caso o segundo turno das eleições 2022 seja disputado entre o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Lula, ele votará no petista.

Em entrevista ao Valor Econômico, publicada nesta sexta-feira 14, o tucano respondeu sobre se mobilizaria o País por Lula, como fez em 1989, quando subiu no palanque petista, junto com Mario Covas, sob vaias, para pedir voto para ele.

“Espero que não seja necessário, mas se for, provavelmente, sim. PT é um partido importante que se organizou. Não tenho medo do PT. Não sei se representa o futuro do Brasil, mas Bolsonaro representa um futuro que não tem meu entusiasmo. Se não houver uma terceira via significativa, vou de Lula. Quem não tem cão caça com gato”.

Na avaliação de FHC, o seu partido “perdeu capacidade de atração e condição de ser fator real de poder”.

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem